Logo

Acesse nossoscanais
Carregando buscador
Home » Blog » Xingu: obra conta a trajetória dos irmãos Villas Bôas antes de criar o Parque Nacional do Xingu

Blog

Xingu: obra conta a trajetória dos irmãos Villas Bôas antes de criar o Parque Nacional do Xingu
Escrito em 4.4.2012 por Equipe GreenNation

 

Cheiro adocicado e de limpeza, esse foi a sentimento que o ator Caio Blat (personagem Leonardo) teve ao chegar no Parque Indígena do Xingu, maior reserva indígena em território brasileiro. Antes de começar as gravações, os personagens passaram uma semana na mata pesquisando sobre a cultura popular, os costumes, a alimentação, a história dos irmãos Villas Bôas, a ética e a educação daquele povo.
 
Além da mensagem importante sobre a luta pela preservação indígena do Xingu, os atores do filme e o diretor Cao Hamburger contaram um pouco da vivência na mata antes, durante e após as gravações do Filme Xingu. De acordo com o diretor Cao Hambuger, o filme inteiro foi pensado mais na questão histórica do que na produção. Ele alega, inclusive, que algumas cenas foram naturalmente improvisadas.
 
O Green Nation conversou com a equipe sobre assuntos relevantes relacionados ao desenvolvimento sustentável Confira:
 
Vocês levaram em conta as questões ambientais na construção do set de cinema?
 
Cao Hamburger Instalamos uma coleta seletiva no local, todos os móveis usados foram feitos com madeira certificada, durante as cenas noturnas utilizamos pouca iluminação. Algumas cenas foram feitas apenas com  uma lanterna. A  principal proposta do filme foi a reflexão sobre a importância da preservação da cultura indígena.
 
Qual é a importância do filme para o desenvolvimento sustentável na sua opinião?
 
Cao Hamburger(diretor) É fazer com que as pessoas se informem melhor da cultura indígena e o porque é importante preservá-la. Dessa forma, assim como os irmãos Villas Bôas lutaram pela vivência daquele povo e criaram o Parque Indígena do Xingu, o Brasil pode dar continuidade a esse trabalho zelando pelo bem-estar dessa população. O primeiro passo é vencer o preconceito por parte dos brasileiros. Tem que olhar para dentro de si e entender a diferença antes de querer dominar.
 
Algum aprendizado relevante para a sociedade após a experiência de gravar na mata? 
 
Cao Hamburger(diretor) Passei um ano e meio pesquisando sobre a cultura local daquele povo. Conversei com os moradores sobre a história dos irmãos Orlando, Cláudio e Leonardo Villas Bôas para entender melhor os personagens, a paixão pela expedição, o risco com a própria vida, as questões éticas da tribo e a educação daquele povo. Essa análise me ajudou inclusive na escolha dos atores, relacionando a personalidade de cada um ao personagem.
 
Caio Blat (personagem Leonardo) Ficamos lá por uma semana antes de começar as gravações e chegar até lá foi uma aventura. Entramos no Xingu de barco, mas o barco quebrou e começou a anoitecer. Neste dia tive uma forte sensação de isolamento, pois estavamos num lugar de difícil acesso e dependíamos unicamente da natureza. A sensação de ligação com a natureza foi muito forte. 
 
O que os índios podem nos ensinar?
 
Cao Hamburger Quanto aos ensinamentos, os povos indígenas podem nos ajudar muito a enxergar o futuro de outra maneira. A relação com a terra, o respeito pelos animais, a coletividade na tribo, a ética, a educação dos filhos, todos esses pontos servirão como aprendizado durante o período na floresta. Nem ansiedade nem ambição fazem parte do estilo de vida deles, o que é difícil na cidade grande. Lá não tem preocupação com aluguel e a alimentação é quase toda natural. "O supermercado deles é o rio Xingu".
 
 
Veja também:

 

Escrito em 4.4.2012 por Equipe GreenNation
Indique este post


Deixe seu comentario



Agrotecnologia

Águas

Arte & Cultura

Biodiversidade/Florestas

Cidadania Ambiental

Clima

Consumo Sustentável

Educação Ambiental

Energia

Lixo & Reciclagem

Mobilidade

Saúde & Bem estar

Tecnologia

Acesse nossoscanais


®2014. GREEN NATION. Todos os Direitos Reservados.