GreenNation

A sustentabilidade é uma atitude.

Notícias

Viva a Mata 2011


A sétima edição do ‘Viva a Mata’ – mostra de iniciativas e projetos em prol da Mata Atlântica – comemora o Dia Nacional da Mata Atlântica (27 de maio) e também o 25º aniversário da Fundação SOS Mata Atlântica. O evento terá uma programação especial, com diversas atrações e atividades gratuitas no Parque Ibirapuera, em São Paulo, entre os dias 20 e 22 de maio.

Uma das novidades da edição 2011 do Viva a Mata é que os interessados têm a oportunidade de discutir com os organizadores novos olhares sobre o evento, sugerindo atividades e ações de mobilização, em uma iniciativa inédita da SOS Mata Atlântica.
 
Aberto ao público, o Viva a Mata tem como objetivo promover a troca de informações e experiências entre os que lutam pela conservação deste bioma, realimentar o movimento ambientalista, sensibilizar, informar e conscientizar a sociedade.

ONGs que atuam em diversas regiões com projetos pela conservação da Mata Atlântica participarão do evento por meio de exposições, palestras, debates, estandes temáticos, oficinas, peças de teatro, maquetes interativas, atividades com voluntários, entre outras manifestações, tudo gratuito. Em 2010, mais de 80 mil pessoas visitaram a exposição.

 

 

Atrações deste ano

 

A cenografia do Viva a Mata é assinada pelo cenógrafo Beto von Poser, que utilizará algodão cru para a composição das estruturas. Na programação, diversas atividades gratuitas e para todas as idades.

Em 20 estandes temáticos, ONGs que atuam em diversas regiões mostrarão seus projetos pela conservação da Mata Atlântica. Entre os expositores confirmados estão: Poupa Água, Fujiro Ecotextil, Amauta, Coquim, Associação de Fomento Turístico e Desenvolvimento Sustentável (Tereviva), Rede Ambiental do Piauí (REAPI), Fundação Mata Atlântica Cearense, Centro Universitário Vila Velha (Projeto Passus), Associação para a Proteção da Mata Atlântica do Nordeste (AMANE), Fundação Tamar, Associação Vila-velhense de Proteção Ambiental (AVIDEPA), Ecosurfi, Instituto Marés, Instituto Sea shepherd, Comissão Ilha Ativa (CIA) e Instituto de Preservação e Educação Ambiental Jerivá (IPEA), que levarão banners, jogos, maquetes e outros materiais sobre seu trabalho.

Expositores que realizam trabalhos artesanais com materiais reutilizados ou por meio do extrativismo sustentável também estarão presentes com seus trabalhos. Exemplos são a Associação de Mulheres Artesãs de Ponto Central, que mostrará peças de artesanato em palha produzidas à base de piaçava e a Morada da Floresta, que levará composteiras domésticas e outros produtos que estimulam a mudança de hábitos rumo à sustentabilidade.

O visitante vai encontrar ainda atividades interativas, como o projeto Amigos do Oceano, que levará jogos e uma tela de desenho para aproximar as crianças do ambiente marinho. Outro diferencial do Viva a Mata é a apresentação para o público de locais pouco conhecidos, como o Geopark Araripe, localizado no sul do Ceará,que protege áreas com grande valor histórico, cultural, ambiental e científico. E, mais uma vez, a equipe do Avistar participará da mostra com a realização de uma atividade de observação de aves. Uma trilha interpretativa pelo Parque do Ibirapuera também está incluída na programação. Também serão exibidos diversos documentários e filmes sobre a temática ambiental.

Além disso, a programação conta com palestras e rodas de conversa sobre temas variados como vegetarianismo, conservação marinha e costeira, educação ambiental, ciberativismo, além de momentos específicos de discussões sobre a conservação da Mata Atlântica, a partir de temas como a evolução da situação da Mata, mosaicos de unidades de conservação, reservas particulares, dentre outros. Entrevistas da rádio Eldorado com personalidades também prometem agitar o Ibirapuera.

Confira o vídeo da última edição do evento:





Interessados podem ajudar a planejar o Viva a Mata

Além de um encontro online que ocorreu em fevereiro, no formato inovador de Wikishop, a Fundação disponibilizou fóruns na Conexão Mata Atlântica - uma rede social para interessados na Mata Atlântica e em meio ambiente em geral. Qualquer pessoa pode dar sugestões para o evento, basta se cadastrar em Conexão SOS Mata Atlântica e acessar os fóruns.


 

fontes: Viva a Mata, SOS Mata Atlântica


05 de abril de 2011