GreenNation

A sustentabilidade é uma atitude.

Notícias

Unidos pela bike


Ongs e movimentos que trabalham pela ampliação do uso da bicicleta.

O problema dos transportes tem se tornado uma das questões mais importantes a serem discutidas nas grandes cidades. A bicicleta sempre surge como uma solução sofisticada que une reorganização estrutural do transporte urbano, saúde e cuidado com meio ambiente.

Por isso é importante saber de algumas das pessoas que estão por trás da luta para transformar a bicicleta em um meio de transporte dominante.


Rodas da Paz





A Ong Rodas da Paz nasceu em 2003 com o objetivo de reagir ao crescente número de acidentes e de mortes no trânsito do Distrito Federal.Desde então, promove ações em prol de um trânsito seguro para todos, com especial atenção para os usuários da bicicleta.

Entre as ações estão palestras educativas, protestos, passeios ciclísticos e a permanente vigília sobre o Estado para garantir, a todos, o direito de transitar em segurança pelas ruas.

A Rodas da Paz, além de ser apartidária e sem fins lucrativos, é formada por pessoas de diversos setores. Não só de ciclistas ou usuários de bicicleta, mas principalmente por qualquer um que se interesse pela causa.



Bicicletada

A Bicicletada é um movimento sem líderes inspirada na Massa Crítica, ou Critical Mass, uma "coincidência organizada" que começou a tomar as ruas de São Franscisco nos EUA no início dos anos 90.





Não existe um objetivo central, mas diversos objetivos sempre decididos pelos participantes. No entanto um mote em geral une os participantes. A Bicicletada serve para divulgar a bicicleta como um meio de transporte, criar condições favoráveis para o uso deste veículo e tornar mais ecológicos e sustentáveis os sistemas de transporte de pessoas, principalmente no meio urbano.

A Bicicletada, assim como a Massa Crítica, não tem líderes ou estatutos, o que leva a variações de postura e comportamento de acordo com os participantes de cada localidade ou evento.

Dentre a pluralidade de motes, está o lema "um carro a menos", usado principalmente para tentar obter um maior respeito dos veículos motorizados que trafegam nas ruas saturadas das grandes cidades. Outro slogan levantado é o "Nós somos o trânsito". A idéia é deixar claro aos motoristas que a bicicleta é apenas mais um componente da mobilidade urbana e que merece o devido respeito.

Precious

A bicicleta Precious iniciou, há 12 dias, uma viagem para cruzar os Estados Unidos, indo do Atlântico ao Pacífico. Durante a viagem, ela informará seus “sentimentos” via Twitter e pretende com isso chamar a atenção para vítimas de câncer e angariar doações para a ONG Livestrong, de Lance Armstrong. É claro que a bicicleta não está nessa sozinha; ela está sendo conduzida pelo ciclista Janeen.





A bicicleta está equipada com sensores de direção, ritmo, roadkills (expressão usada para os animais encontrados mortos nas estradas, sem tradução para o português), inclinação, localização, temperatura, umidade e velocidade. Além dos dados obtidos pelos sensores, a Precious também informa o número de pneus utilizados, dias chuvosos, perseguições por cães, noite estreladas, buzinadas, distância média percorrida por dia e dias de viagem. Além disso, o site do projeto, o YesIAmPrecious.com, apresenta ainda o valor em doações arrecadado até o momento.

Os interessados em acompanhar a aventura podem fazer isso pelo site ou pelo Twitter, no perfil @yesiamprecious.
 


12 de abril de 2011