GreenNation

A sustentabilidade é uma atitude.

Notícias

TOP Five da Limpeza


A empresa de consultoria Mercer realizou um ranking onde listou os 50 centros urbanos menos poluídos do mundo. Os elementos analisados foram desde qualidade do ar à conservação de ruas e praças.

O Brasil, muito acostumado a ocupar as primeiras posições quando o assunto é esporte, dessa vez não chegou nem em último colocado. Nenhum município brasileiro entrou na lista das cidades mais limpas do planeta.

Vamos conhecer o TOP 5:

1º - Calgary, Canadá

Centro financeiro e comercial, onde estão localizadas as sedes das principais empresas petrolíferas do Canadá, Calgary ocupa a primeira posição desta lista.

Diante de uma rápida expansão econômica e populacional, a cidade reformulou seu sistema de saneamento nos últimos dois anos com o programa chamado "Too Good to Waste", que visa diminuir a quantidade de resíduos enviados para aterros.





2º - Honolulu, Havaí

Reduto escolhido pelo presidente dos EUA, Barack Obama, para as férias de natal, a paradisíaca Honolulu é a segunda cidade mais limpa do mundo, segundo ranking da Mercer.

A capital do Havaí e principal porto das ilhas havaianas possui exuberantes áreas verdes, praias de águas cristalinas e a melhor qualidade de ar dos EUA. E mais. Em Honolulu, a água é filtrada através de rochas vulcânicas, sendo conhecida por ser livre do gosto de cloro comum em abastecimentos de outras cidades.

 





3º - Ottawa, Canadá

Ottawa além de ser a capital do Canadá, é um dinâmico centro cosmopolita de cultura e inovação tecnológica, com uma inigualável qualidade de vida.

O sistema de transporte público é totalmente integrado, dispondo de uma eficiente malha de rotas de ônibus e um sistema de metrô de superfície. Muitas vias públicas estão dedicadas exclusivamente ao tráfego de ônibus, bicicletas e pedestres.

A sede do governo canadense conta ainda com uma qualidade da água notável. Em 2009, todas as fontes de água potável da cidade obtiveram classificação máxima.






4º - Helsinque, Finlândia

Mais uma capital, dessa vez da Finlândia, e também a maior cidade do país, Helsinque leva em conta as condições e as oportunidades do ambiente natural em seu planejamento e incentiva a conservação da natureza, com ações de educação ambiental. Apesar das pressões por novas construções residenciais e comerciais, a cidade consegue preservar, de maneira comprometida, suas áreas verdes e de lazer.

Em seu site,  Helsinque disponibiliza relatórios que apontam uma redução das emissões de gases estufa por estações de energia, indústria e sistemas de aquecimento de residências, graças ao uso de tecnologias eficiente e combustíveis mais limpos, o que melhora o ar da cidade.






5º - Wellington, Nova Zelândia

Moderna e bem estruturada, Wellington ergue-se entre encostas de morros com vistas para a exuberante Baía de Port Nicholson, de águas transparentes, apesar do grande volume de navios que ancoram por ali.

O Ministério de Meio Ambiente da Nova Zelândia atribui o bom ar local ao isolamento da cidade, baixa densidade populacional e à proximidade do mar. A poluição veicular também é controlada. Para se ter uma ideia, em 2009, as concentrações de monóxido de carbono foram em sua maioria classificadas como "excelente", devido à melhoria das tecnologias automotivas.



 



Confira a lista completa das cidades mais limpas no site de notícias Exame. Essas cidades não foram escolhidas por acaso, todas tomaram medidas para promover o desenvolvimento sustentável. Mas ainda dá tempo de entrarmos nessa corrida, com novas posturas, medidas políticas e movimentos sociais, vamos fazer a nossa parte.

 

fontes: Mercer, Exame
 


06 de janeiro de 2011