GreenNation

A sustentabilidade é uma atitude.

Notícias

Rio+20


Entenda melhor os termos e siglas usados frequentemente para falar a respeito da Conferência das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável - Rio+20

Rio+20: nome alternativo para a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (UNCSD, na sigla em inglês). Será realizada 20 anos depois da ECO-92, conferência pioneira da Organização das Nações Unidas sobre meio ambiente, realizada no Rio de Janeiro em 1992.

UNCSD: sigla em inglês para Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, ou Rio+20.

CFSC: Comitê Facilitador da Sociedade Civil para a Rio+20, grupo responsável pela organização da Cúpula dos Povos.

GA: Grupo de Articulação, que coordena o CFSC.

GT Rio: Grupo de Trabalho do Rio de Janeiro do CFSC, responsável pela realização de atividades e de encontros preparatórios da Cúpula dos Povos na cidade que será sede do evento.

COP: Conferência das Partes, órgão supremo da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (UNFCCC, na sigla em inglês). A COP reúne-se anualmente desde 1955, em Berlim.

UNFCCC: Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, que estabelece um quadro geral de países que reconhecem as mudanças climáticas e seus efeitos adversos como uma preocupação comum da humanidade.

G20: Grupo dos 20, fórum formado por ministérios financeiros e bancos centrais de 19 países e da União Europeia. Foi criado em 1999 em resposta à crise financeira do final dos anos 1990 e a um crescente reconhecimento de que mercados emergentes de determinados países não estavam incluídos no centro das discussões sobre governança e economia global.

G77: Grupo dos 77, a maior organização intergovernamental da ONU que promove articulação entre os países do “sul” e seus interesses econômicos coletivos nas questões mais importantes dentro do sistema da ONU, além de promover cooperação sul-sul para o desenvolvimento. Hoje, o grupo tem 131 membros, mas seu nome original foi mantido.

Major Groups: Identificados na Agenda 21 da Rio 92, são mulheres, crianças e jovens, indígenas, organizações não-governamentais, autoridades locais, trabalhadores e sindicatos, negócios e indústria, comunidade científica e tecnológica e fazendeiros.

LDC: Least Developed Country, termo da ONU para designar países com menores taxas de desenvolvimento.

REDD: Sigla em inglês para “Redução das Emissões por Desmatamento e Degradação florestal”, conceito da ONU referente ao mecanismo de remuneração dos países que reduzem suas emissões de gases estufa por diminuição do desmatamento e da degradação ambiental. O REDD+ é uma ampliação do conceito original que inclui também atividades de conservação, manejo sustentável das florestas e aumento de seus estoques em países em desenvolvimento.

SDG: Sigla em inglês para “Objetivos de Desenvolvimento Sustentável”, proposta de medição de ações de desenvolvimento sustentável que deverá fazer parte das discussões na Rio+20.

FSM: Fórum Social Mundial, espaço de debate democrático de idéias, aprofundamento da reflexão, formulação de propostas, troca de experiências e articulação de movimentos sociais, redes, ONGs e outras organizações da sociedade civil. É realizado a cada dois anos.

FST: Fórum Social Temático. De caráter internacional como o FSM, mas com o objetivo de aprofundar debates em determinadas regiões e/ou discutir questões específicas consideradas prioritárias pelo Conselho Internacional do FSM.

Fonte:
Cúpula dos Povos

Veja também:
Conferência Rio+20 abre inscrições para diferentes áreas


17 de janeiro de 2012