GreenNation

A sustentabilidade é uma atitude.

Notícias

Rio+20: Carlos Minc alega que Parlamento Europeu cancelou ida à Conferência


 

O secretário estadual do Ambiente, Carlos Minc, confirmou nesta última  terça-feira, 8,  que um dos principais argumentos que justifica a ausência dos deputados do Parlamento Europeu na conferência é o alto custo da hospedagem no Rio de Janeiro.
 
Para o Ex-ministro do Meio Ambiente e atual coordenador das atividades relacionadas à conferência da ONU no Governo do Rio, a  decisão dos deputados é justificável, visto que o Rio está mais caro do que capitais europeias, onde a mão de obra é muito mais cara. "Eu concordo e acho que esse gesto dos deputados do Parlamento Europeu deveria servir para fazer com o setor hoteleiro o que a presidente Dilma (Rousseff) fez com o setor bancário em relação aos juros. São outros mecanismos, é claro, mas precisa dar uma sacudida"- disse Minc.
 
Já o economista Sérgio Besserman, que coordena o Grupo de Trabalho da prefeitura para a Rio+20, alegou que essa justificativa pode ser uma desculpa para fugir da Rio+20. "Há um entrave (na questão dos hotéis), mas nem tanto. Se (os deputados) precisavam de um pretexto para fugir da raia na Rio+20, seria preferível arranjar um melhor" - afirmou Besserman.
 
Em nota, a Associação Brasileira de Hotéis (ABIH) ressaltou que não há informações que confirmem a desistência de uma delegação europeia em participar da Rio+20 em função do preço das diárias dos hotéis. "Até o momento, nada foi informado nesse sentido" - disse.
 
Fonte:
G1, Globo.com


09 de maio de 2012