GreenNation

A sustentabilidade é uma atitude.

Notícias

Químico cria tijolos a partir de lixo orgânico em São Paulo


Um meio mais sustentável de produzir tijolos a partir do lixo orgânico  foi criado em São Paulo.  Desenvolvido pelo químico Marcelo dos Santos, a intenção é baratear a produção dos blocos de alvenaria, através da redução do uso de areia e concreto na composição dos tijolos.

De acordo com o químico,  o custo para a fabricação de cada tijolo com a nova composição pode ser bem mais em conta, já que o produto originado pelo lixo doméstico é autossustentável e pode substituir até 50% da areia e 30% do concreto utilizados na produção tradicional. “Nossa intenção é levar adiante a ideia de sustentabilidade na produção dos tijolos e ajudar na construção de casas populares e ainda dar um bom destino para o lixo que produzimos” - comenta Santos.

Como funciona

Após ser separado o lixo orgânico passa por um triturador e é fragmentado. “O material fica moído e depois vai para um misturador, onde uma composição química é acrescentada a ele” - explica Santos.

A composição tem a função de esterilizar o material orgânico, tirando as bactérias, vírus, fungos ou vermes capazes de produzir doenças, e deixa-o inerte, evitando que polua o ambiente.

Depois da mistura, a massa homogênea passa por uma máquina peletizadora, onde é dividido em pequenos pedaços. Após isso, a composição , é levada para um forno e passa por secagem para a última etapa da produção do material orgânico, que será utilizado na produção dos tijolos. Em um moinho, o produto é transformado em pó, para poder ser acrescentado na produção dos blocos de concreto.

 

Fonte:
G1, Globo.com


29 de maio de 2012