GreenNation

A sustentabilidade é uma atitude.

Notícias

Projeto "Cidades para Pessoas" quer entrar na segunda fase


Buscar soluções urbanísticas para São Paulo e outras metrópoles do Brasil ao redor do mundo. Essa é a ideia definida pela jornalista Natália Garcia sobre o programa Cidade para Pessoas. Lançado em 2011, a iniciativa foi considerada a pioneira de cunho jornalístico a ser financiado pelo Crowndfunding, por meio da plataforma brasileira Catarse, e arrecadou R$ 25.785 - foram 285 colaboradores.

De acordo com a jornalista, a ideia do projeto é retomar a iniciativa e viajar por São Francisco (Califórnia), Nova York, Portland (Estados Unidos), Cidade do México e Barcelona. Para essa questão ser realizada, Natália inscreveu o Cidade para Pessoas novamente no Catarse, em 20 de agosto, e tem 30 dias para bater a meta de R$ 15 mil para colocar o trabalho em prática.

Na primeira fase do projeto, a jornalista visitou sete metrópoles: Copenhague, Amsterdan, Londres, Paris, Friburgo, Estrasburgo e Lyon. Ao percorrer esses lugares ela entrevistou "urbanistas, gestores públicos e pessoas ligadas ao movimento de colocar cidades nas mãos de pessoas" para conhecer as gestões mais sustentáveis.

Quando voltou ao Brasil, em novembro de 2011, a jornalista ministrou mais de 20 palestras pelo país. Além disso, o Cidade para Pessoas participou da nona Bienal de Arquitetura e na matilha Cultural. Natália foi indicada para o Prêmio Cidadão Sustentável, na categoria Intervenções Urbanas e ganhou uma coluna semanal no portal Planeta Sustentável.

Assista o vídeo de apresentação:

Cidades para Pessoas no Catarse from Cidadesparapessoas on Vimeo.

Fonte:
EcoD


22 de agosto de 2012