GreenNation

A sustentabilidade é uma atitude.

Notícias

Problemas psicológicos em gafanhotos podem alterar qualidade do solo


Um estudo realizado por cientistas das universidades Hebraica de Jerusalém e Yale mostrou que o estresse dos gafanhotos pode provocar alterações na qualidade do solo.  Isso acontece pela quantidade de nitrogênio presente no corpo do inseto,  que acaba comendo plantas mais doces e, consequentemente, afetando o estado do solo.

Além disso, a pesquisa alegou que, quando os gafanhotos estão ansiosos, eles atrapalham a produtividade do campo e contribuem para o aumento da quantidade de dióxido de carbono liberado na atmosfera, por meio da decomposição.

De acordo com os cientistas, o que mais ocasiona o desencadeamento de stress nos insetos  é a presença de aranhas no ambiente em que vivem, já que este tipo de animal não se dá bem com de aracnídeos. Um dos lideres do estudo, Dror Halwena, da Universidade Hebraica de Jerusalém, afirmou que os resultados da pesquisa destacam a importância do ser humano não interferir na dinâmica da natureza, tirando ou inserindo espécies em determinada área, já que "não conhecemos a fundo as consequências de tal intromissão".

Fonte:
Planeta Sustentável


09 de julho de 2012