GreenNation

A sustentabilidade é uma atitude.

Notícias

Prazo para extinção dos lixões é curto, afirma técnicos do Ipea


 

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) divulgou nesta última quarta-feira, 25, um estudo sobre o Plano Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS). O documento indica que o Brasil ainda tem 2.906 lixões distribuídos por 2.810 municípios que precisam ser erradicados até 2014, segundo a lei publicada em 2010.
 
De acordo com o PNRS, entre as principais metas a serem alcançadas estão  redução do volume de resíduos descartados, a ampliação da reciclagem,  mecanismos de coleta seletiva com inclusão social de catadores e o encerramento dos lixões até o fim de 2014, com a implantação de aterros sanitários.
 
Apesar do prazo, técnicos do instituto alegam que será complicado cumprir a meta nos próximos dois anos se não houver a criação de políticas públicas que incentivem mais a reciclagem nas cidades e a coleta seletiva na área urbana. O Ipea afirma que em 2008 o número de cidades com programas de coleta seletiva passou a ser 994, ou seja, apenas 18% dos municípios brasileiros. A maioria está localizada no Sul e Sudeste do país. “A coleta seletiva ainda é incipiente e está concentrada nas regiões ricas” - disse Jorge Hargrave, técnico de Planejamento e Pesquisa do instituto.
 
Além disso, o comunicado afirma que muita matéria orgânica que poderia ser reaproveitada para a geração de energia elétrica acaba indo diretamente aos aterros e lixões. Segundo o documento, “esta forma de destinação gera despesas que poderiam ser evitadas caso a matéria orgânica fosse separada na fonte e encaminhada para um tratamento específico, como a compostagem”.
 
Fonte:


30 de abril de 2012