GreenNation

A sustentabilidade é uma atitude.

Notícias

Petição pública exige lei que certifique o bem-estar dos animais de granja


Já parou pra pensar o que acontece com a carne antes de chegar a nossa mesa? Estima-se que na indústria brasileira de carne suína, por exemplo, cerca de 1,5 milhão de porcas reprodutoras fiquem confinadas em celas metálicas minúsculas, o que não facilita o desenvolvimento muscular do animal.

O número é pequeno se comparado aos quase seis bilhões de animais terrestres que são criados a cada ano no Brasil para produzir carnes, laticínios e ovos, sendo que muitos passam a vida confinados. Mesmo com os avanços tecnológicos, ainda há muitas situações de sofrimento na pecuária industrial.

Pensando numa forma de estimular medidas de criação que evitem a crueldade animal nas indústrias, a Humane Society International (HSI) lançou uma petição pública solicitando a atuação do poder legislativo na causa. A intenção é elaborar uma lei que determine a rotulagem do animal, para que o consumidor saiba a origem do alimento que ingere.

Com mais de quatro mil assinaturas, a petição ainda necessita de um número maior para exercer pressão na Assembleia Legislativa de São Paulo, onde será apresentada aos parlamentares nas próximas semanas. O objetivo é espalhar a ideia em outras cidades e demonstrar que a população exige um modo de produção animal mais justo. A organização há quatro anos trabalha no país para melhorar as condições dos animais criados para consumo.

A empresa Ecocert fornece no Brasil a Certified Humane Brasil, uma certificação privada para atestar a qualidade da produção desses animais. O programa para aves, por exemplo, lista 86 requisitos que os criadores de frangos e galinhas poedeiras têm que seguir.

Fonte:
EcoD


28 de fevereiro de 2012