GreenNation

A sustentabilidade é uma atitude.

Notícias

Panorama dos Resíduos Sólidos no Brasil


Mesmo com o esforço do crescente número de ONGs e interessados em sustentabilidade, em 2010, o Brasil produziu 195 mil toneladas de resíduos sólidos por dia, um aumento de 6,8% em relação a 2009, quando foram geradas 182.728 toneladas.

A produção de lixo está em crescimento no Brasil, porém nem o descarte ecologicamente correto desses resíduos nem os programas de coleta seletiva avançam na mesma proporção.

Segundo dados do Panorama dos Resíduos Sólidos no Brasil 2010, ao longo do ano passado, o montante chegou a 60,8 milhões de toneladas de lixo. Dessas, 6,5 milhões de toneladas não foram coletadas e acabaram em rios, córregos e terrenos baldios. Do total de resíduos produzidos, 42,4%, ou 22,9 milhões de toneladas/ano, não receberam destinação adequada: foram para lixões ou aterros controlados (que não têm tratamento de gases e chorume).

Os programas de coleta seletiva também não avançaram na mesma medida: dos 5.565 municípios brasileiros, 3.205 possuem alguma iniciativa de coleta seletiva. Em 2009, eram 3.152 - uma alta de apenas 1,6%, aquém do crescimento da produção de resíduos.

O Panorama dos Resíduos Sólidos no Brasil é um levantamento anual realizado pela Associação Brasileira das Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe), entidade que reúne as empresas de coleta e destinação de resíduos.

 

Os relatórios dos anos anteriores estão disponíveis no site da Abrelpe.


26 de abril de 2011