GreenNation

A sustentabilidade é uma atitude.

Notícias

Países desenvolvidos aderem a plano ambiental


Um projeto ambiental anunciado nesta última terça-feira, 24, por sete países liderados pelos Estados Unidos tem como objetivo aderir a iniciativa Clima e ArLimpo, lançada em fevereiro.  Contando atualmente com 20 signatários, a ideia é reduzir a fuligem e outros poluentes tóxicos que contribuem para as mudanças climáticas.

Grã-Bretanha, Dinamarca, Finlândia, França, Alemanha, Itália e Jordânia: esses foram os países que recentemente adotaram o plano. De acordo com o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma), a poluição atmosférica pode ser responsável por até seis milhões de mortes por ano no mundo.
"Se formos capazes de fazer isso, poderíamos de fato ganhar tempo no contexto do problema global de combater as mudanças climáticas" - alertou Jonathan Pershing, enviado especial dos EUA para a questão em pauta.

Além disso, Jonathan alegou que é necessário desacelerar urgentemente o aquecimento global.  Pershing adiantou que o governo dos EUA tenta atrair mais países para o projeto sobre poluição atmosférica, incluindo a China e a Índia, que assim como os Estados Unidos estão entre os primeitos do ranking de emissões de gases de efeito estufa.

Primeiramente, o plano liderado pelos EUA está focado em limitar a emissão de  fuligem, metano,  ozônio no nível do solo e os gases HFC.  Eles alertam que a fuligem é capaz de acelerar o derretimento do gelo do Ártico quando cai como um pó escuro que absorve mais calor e derrete o gelo.

Fonte:
EcoD


25 de julho de 2012