GreenNation

A sustentabilidade é uma atitude.

Notícias

Pai constrói parques acessíveis em homenagem póstuma à filha


Rodolfo Henrique Fischer, ou Rudi como é conhecido, trabalhador do mercado financeiro, tem um novo objetivo na vida: inaugurar quatro novos “parques acessíveis” por ano em várias cidades do país. O primeiro será inaugurado no próximo sábado (25), em São Paulo (no dia do aniversário da cidade), em homenagem a Anna Laura, sua filha.


Rudi, que nos últimos tempos havia decidido passar mais tempo com a família, foi surpreendido por uma grande perda – Anna Laura, filha dele com a psicóloga Claudia Petlik, sofreu um acidente e faleceu aos três anos de idade.
 

Nessa infeliz ocasião, a família estava com passagens compradas para uma viagem a Israel e, mesmo após a morte da filha, o casal decidiu fazer a viagem. Em seu destino tiveram o encontro com uma associação que tinha o objetivo de integrar comunidades de religiões diferentes e que tinha um pequeno parque com um único brinquedo inclusivo no meio. Segundo Rodolfo, o projeto era tão interessante que valia a pena ser reproduzido em outros países "Achamos fantástico e pensamos em trazer essa ideia para o Brasil".


A filha do casal Anna Laura, inspiração de Rudi para iniciar essa jornada, foi homenageada, dando nome aos parques. Graças a parcerias pontuais, o primeiro parque do projeto “ALPAPATO, Anna Laura Parques Para Todos” já está pronto. O objetivo é que mais quatro sejam construídos por ano em várias cidades que tenham a demanda de locais acessíveis de lazer – todos abertos ao público.

O projeto pretende apresentar um “novo conceito de acessibilidade”. Não se trata de inclusão, mas de integração. “O parque é para todos e pode ser aproveitado tanto por crianças com deficiência como por crianças sem deficiência”, explica Rudi. “Temos ainda a intenção de transformá-los em polos de atividades culturais e esportivas para pessoas com deficiência.”

Saiba mais em Ciclo Vivo.
Conheça o projeto Anna Laura Parques Para Todos.


23 de janeiro de 2014