GreenNation

A sustentabilidade é uma atitude.

Notícias

Maracanã adota medidas sustentáveis em novas construções


 

Localizado no bairro de mesmo nome na cidade do Rio de Janeiro, o Maracanã está sendo reformado para receber a final da Copa do Mundo de 2014. As novas obras do estádio, que já foi considerado o maior do mundo, adota medidas para reaproveitar e reciclar sobras de construções antigas do estádio.
 
O projeto está aproveitando ao máximo tudo que pode ser reutilizado na renovação do Maracanã. Entulho, cadeiras e até mesmo partes do gramado serão reaproveitadas em outras obras. Os materiais de demolição, como isopor, concreto e madeira, serão quebrados em pequenos pedaços, quando não puderem ser reutilizados. O concreto demolido foi  outro material reaproveitado, pois serve de apoio aos guindastes que precisam de elevação.
 
Com a intenção de tornar o estádio um patrimônio ambiental, outras medidas como diminuir as emissões de CO2 e otimizar o uso de materiais de construção estão sendo tomadas. O Estádio Jornalista Mario Filho, por exemplo, reduzirá  o consumo de água em 30% por meio de dispositivos economizadores e um sistema de captação de águas das chuvas, que também vai diminuir em até 50% os gastos com a irrigação do gramado. A mesma água vai ser utilizada nos banheiros, que terão descargas ecológicas e torneiras inteligentes com fechamento automático.
 
Reduzir gastos de energia elétrica também faz parte do plano. A meta de 8% de economia visa ser batida com a instalação de 23.500 luminárias com lâmpadas LED de alta vida útil. Energia solar para aquecer os chuveiros dos vestiários e ar condicionado com bombas mecânicas eficientes fazem parte da lista sustentável do Maracanã.
 
Fonte:


15 de maio de 2012