GreenNation

A sustentabilidade é uma atitude.

Notícias

Má alimentação antes do período de gestação amentam a chance de nascimentos prematuros


Pesquisadores da Austrália apontam que as mulheres que mantêm uma dieta pobre antes do período de gestação possuem 50% de chance a mais de ter um parto prematuro em relação às mulheres que possuem uma alimentação saudável.


Foram investigados os hábitos alimentares de mais de 300 mulheres que vivem ao sul do país, buscando identificar o tipo de alimentação antes do nascimento do bebê e suas associações no nascimento.


Os resultados foram publicados no The Journal of Nutrition, e mostrou que as mulheres que consumiam mais proteínas e frutas antes da gestação possuíam menor chance de ter um parto prematuro; já as outras mulheres, que consumiam alimentos ricos em gordura e açúcar como fast food, tinham 50% mais chance de sofrer de um parto prematuro ou ter complicações durante o parto.


No estudo, as mulheres que comiam frutas, grãos integrais e legumes bem como carnes magras, peixe e frango tinham significativamente menor risco de parto prematuro; por outro lado, as mulheres que comiam batata frita, bolos, biscoitos e alimentos carregados em gorduras saturada eram mais propensas a ter bebês prematuros.

 
Fonte:


27 de maio de 2014