GreenNation

A sustentabilidade é uma atitude.

Notícias

Jogos olímpicos da China também adotou práticas sustentáveis em 2008


Londres não é a única cidade a adotar práticas sustentáveis para os jogos olímpicos. Pequim, a cidade chinesa que foi sede do evento em 2008,  ordenou que grandes números de carros e caminhões ficassem fora da cidade, antes que os jogos começassem.

Tal atitude não foi exatamente pensando no aquecimento global. Suspeita-se que a medida foi tomada por estarem preocupados com a imagem do país, que deveria impedir que os atletas passassem mal por causa do ar poluído durante as competições.

Após alguns anos, pesquisadores liderados pelo cientista Helen M. Worden, do Centro Nacional de Pesquisa Atmosférica (Inglaterra), quantificaram aproximadamnte a extensão pela qual a redução temporária de tráfego urbano diminuiu os níveis de CO2.

De acordo com o instituto, o esforço da cidade levou a reduções de emissões que, se fossem permanentes e multiplicadas por 360, seriam o suficiente para evitar as acumulações de gases do efeito estufa que levariam a um grau perigoso de aquecimento.

As pesquisas científicas não revelaram novos dados para concluir que a estratégia de Beijing, que  proibiu a circulação de metade dos veículos privados da cidade, de construções e fechou algumas fábricas, provocou um corte na poluição. A iniciativa chave foram os programas de computador que usaram para analisar dados de um radiômetro baseado em satélite, que têm monitorado o monóxido de carbono na superfície da Terra há doze anos.

Fonte:
Planeta Sustentável

Veja também:
Londres x Rio de Janeiro: disputa pela sustentabilidade nos jogos olímpicos


24 de julho de 2012