GreenNation

A sustentabilidade é uma atitude.

Notícias

Green Nation Fest: tecnologias alternativas a serviço do meio ambiente


Encerrando com chave de ouro, no último do Green Nation Fest, 7 de junho, pesquisadores apresentaram alternativas que  podem substituir tecnologias convencionais e são menos danosas ao planeta.

Para Carmen Trudell, co-fundadora da Fluxxlab (laboratório experimental de design baseado em pesquisas), é importante construir um novo modelo de desenvolvimento. Eventos e palestras são importantes ferramentas para divulgar essa causa. Sua empresa desenvolveu uma porta giratória inteligente, que gera eletricidade quando pessoas passam por ela.  

Além da porta giratória, Carmen pensou em maneiras de influenciar a sociedade a se alimentar de forma mais saudável e sem exageros. " Temos que nos livrar de energias exageradas dentro do nosso corpo, livrar do excesso de consumo de alimentos". " Fizemos alguns protótipos de plantação hidropônica de vegetais para produzir alimentos mais rápidos em prédios e ao mesmo tempo neutralizar o ar do ambiente" - disse Carmen.

Já Yuichi Tokita, gerente sênior da Sony Corporations, falou sobre carbono zero e biobaterias. Ele desenvolveu uma bateria sustentável que utiliza resíduos de papel para gerar energia. Além disso, ele também criou um equipamento que, para ser recarregado, utiliza apenas suco de laranja. "O biocombustível é uma respiração articial, é usado glicose e oxigênio, ou seja, é o que a gente se alimenta e pode gerar energia" - salientou o cientista sobre a eficácia de sua pesquisa.

Brian Korgel, professor e cientista da Universidade do Texas, falou sobre o uso dos raios solares para a geração de energia. Criador da tinta solar, ele alegou que o sol é a única energia que pode solucionar o problema energético do planeta, mas é necessário reduzir o preço dos painéis solares. "A tendência é que células solares fiquem mais baratas , mas ainda são muito caras, diminuir esse custo é um desafio". " Minha intenção é continuar a projetar esses materiais para  melhorar a eficiência do dispositivo até atingir níveis comercialmente viáveis, e também quero fazer uma tinta que tenha cor e consiga absorver energia" - concluiu Korgel.


19 de junho de 2012