GreenNation

A sustentabilidade é uma atitude.

Notícias

Florestas urbanas: um excelente negócio


Conciliar desenvolvimento urbano e preservação da natureza sempre foi um desafio mundial. Com a divulgação de informações sobre o aquecimento global, as preocupações relacionadas à destruição de florestas ficaram muito maiores e as prefeituras cada vez mais são pressionadas a encontrarem soluções sustentáveis.

Segundo o Censo 2010, o Brasil tem uma média de arborização nos municípios de 68% em relação ao número de domicílios. No país, entretanto, coexistem exemplos bem-sucedidos e casos em que a natureza fica relegada a segundo plano.

Este benefício pode vir, por exemplo, na forma de descontos no IPTU - como ocorre em Curitiba, entre outras cidades - para proprietários particulares que mantenham vegetação original. Já em nível governamental, o ICMS ecológico beneficia com mais recursos os estados que mantêm mais Unidades de Conservação.

Goiânia, por exemplo, possui regulamentações muito fortes no sentido de manter e ampliar suas áreas verdes. O percentual de arborização em relação ao número de domicílios é de quase 90%, o maior do país entre os municípios com 1 milhão de habitantes ou mais.

Belém, por sua vez, tem o menor nível entre as grandes cidades do Brasil: 22,4% dos domicílios estão em áreas arborizadas.

Fonte:
Globo Ecologia
 


26 de fevereiro de 2014