GreenNation

A sustentabilidade é uma atitude.

Notícias

Europa investe em energia solar no deserto


Preocupados em suprir demanda enérgetica, a Europa esta buscando no deserto um meio mais eficiente de realizar essa missão. Ainda este ano será construída uma usina de energia solar no Deserto do Saara, África, que visa atender de 15% a 20% das necessidades europeias.

A pimeira usina fornecerá 500 megawatts de energia para o continente europeu a partir de 2014. De acordo com Paul Van Son, chefe do projeto, ainda esta sendo decidido o tipo de tecnologia que será usada - solartermia (aquecimento da água para a movimentação de uma turbina a vapor), ou o método fotovoltaico ( produz energia pela ação da luz solar no silício das células captadoras).

Apesar de o sistema de geração ainda estar em andamento, a primeira usina terá um investimento previsto de 2 bilhões de euros. Ao todo, o projeto, que prevê a construção de mais usinas em Marrocos, Egito, Argélia e outros países, deverá custar 400 bilhões de euros, sendo 50 bilhões só nas linhas de transmissão. Há poucos dias, também foi assinado um acordo com o grupo argelino Sonelgaz para a construção de usinas de energia solar no país africano.

A usina egípcia foi construída pela empresa alemã Solar Millenium, que faz parte do consórcio Desertec e também construiu as usinas Andasol 1, 2 e 3 na Andaluzia, Espanha, entre as mais modernas do mundo e um exemplo do que será a usina do Saara.

Fonte:
Caderno Planeta Terra - Globo


12 de janeiro de 2012