GreenNation

A sustentabilidade é uma atitude.

Notícias

Energia das ondas é apresentada pela COPPE/UFRJ durante a Rio+20


Energia renovável é um dos principais destaques nos pavilhões da Rio+20. Inovar a forma de gerar energia pode ser uma das soluções para erradicar a pobreza e contribuir para eficiência energética.

A COPPE/UFRJ, referência de ensino e pesquisa de engenharia da América Latina, está produziu stand voltado para a questão energética do planeta. São tecnologias que incluem alternativas inteligentes para o reaproveitamento de resíduos (agrícolas, urbanos e industriais), a mobilidade nas cidades, a produção de energia a partir das ondas do mar, entre outros.

A primeira usina da América Latina que utiliza o movimento das ondas para produzir energia elétrica está instalada no porto de Pecém (CE). Trata-se de um sistema  de alta pressão para movimentar a turbina e o gerador. O conjunto completo consiste em um flutuador e um braço mecânico que, movimentados pelas ondas, acionam uma bomba para pressurizar água doce e armazená-la num acumulador conectado a uma câmara hiperbárica. A água altamente pressurizada forma um jato que movimenta a turbina que, por sua vez, aciona o gerador de eletricidade.

Outra pesquisa relevante da da COPPE/UFRJ é o aproveitamento de resíduos da agrícolas e indústriais da cana-de-açúcar e também do milho e do trigo para a produção do etano, 2G, o chamado de bioetanol. Este combustível foi desenvolvido para ser mais uma alternativa ao  uso do diesel em veículos de transporte urbano. Ao contrário dos veículos elétricos convencionais, que carregam suas baterias exclusivamente na rede elétrica, este ônibus produz eletricidade a bordo a partir de uma pilha a combustível alimentada com hidrogênio.


19 de junho de 2012