GreenNation

A sustentabilidade é uma atitude.

Notícias

Ecobarcos ajudam a limpar Baía de Guanabara


O ano começou com atuação de três ecobarcos que recolhem diariamente lixo flutuante da Baía de Guanabara. O projeto é da Secretaria de Estado do Ambiente e existe previsão para aumentar a frota dos barcos de três para dez até o fim de fevereiro.

A esta ação está associada a instalação de 18 barreiras na foz dos rios e canais que desaguam na Baía de Guanabara. Assim, evita-se que o lixo chegue até lá.

Uma campanha de conscientização para que moradores de bairros que cercam a baía evitem jogar lixo nela será realizado em breve.

Durante a operação de recolhimento de resíduos, encontra-se de tudo, como é o caso de barco de madeira e bóias que pesam quase uma tonelada.

O lixo flutuante é uma preocupação das autoridades olímpicas, que temem problemas durante provas náuticas das Olimpíadas do Rio. Velejadores brasileiros e estrangeiros já reclamaram da situação ruim do local da competição desta modalidade.

O projeto em questão foi batizado de Baía sem Lixo. Para realizá-lo foram aprovados R$ 10 milhões do Fundo Estadual de Conservação Ambiental (Fecam) para a contratação de dez ecobarcos e para a instalação de mais oito ecobarreiras.

A expectativa é que sejam recolhidas mensalmente cerca de 15 toneladas de lixo flutuante das águas da baía – quantidade equivalente à que é recolhida atualmente, por mês, nas dez ecobarreiras já instaladas.

Fontes:
Site da Secretaria de Estado do Ambiente

Site Guanabara Limpa
 


13 de janeiro de 2014