GreenNation

A sustentabilidade é uma atitude.

Notícias

Dia Internacional da Mulher


Além de homenagear as mulheres, a idéia desse post é inspirar cada um de nós na busca pela sustentabilidade. Eis algumas delas que se engajaram com essa causa e contribuíram por um mundo melhor. 

 
Marina Silva
 
 
Foi Ministra do Meio Ambiente no Governo Lula entre os anos de 2003 e 2008.  Foi a primeira voz a defender a importância do Governo Federal assumir uma postura de atenção em relação à redução das emissões de gases do efeito estufa.  Em 2009, o governo anunciou, finalmente, a adoção dessas metas. Não sendo ainda suficiente, a senadora também cobrou do Governo e do Congresso Nacional a inclusão de uma meta brasileira, com os percentuais para a redução das emissões de gases do efeito estufa até 2020, no Plano Nacional de Mudanças Climáticas, que seria aprovado e sancionado pelo Presidente da República antes da realização da Conferência de Clima (COP15). 
 
Madre Teresa de Calcutá 
 
 
Missionária católica albanesa, nascida na República da Macedônia e naturalizada indiana, beatificada pela Igreja Católica em 2003. Considerada por alguns a missionária do século XX, fundou a congregação "Missionárias da Caridade", cujo objetivo único  era  viver a caridade no dia-a-dia, de modo a assistir e auxiliar os mais desvalidos e mais pobres. A ordem tem cerca de 4500 membros em 133 países do globo.  Madre Teresa também abriu um centro de tratamento de leprosos em Titagarh. 
 
Gisele Bündchen
 
 
É modelo, atriz e empresária brasileira. Sem receber cachê, foi a garota-propaganda do American Express Red Card, iniciativa que dá suporte a vítimas do vírus HIV, enviando uma porcentagem do dinheiro das transações feitas com esse cartão. Atualmente, sua maior preocupação é proteger a Floresta Amazônica e seus recursos hídricos, doando para essa causa uma porcentagem dos lucros da venda de sua linha de sandálias com a marca Ipanema Gisele Bündchen. O dinheiro é revertido para projetos como Nascentes do Brasil,Y Ykatu Xingu, ISA e De Olho nos Mananciais
 
Brigitte Bardot
 
É atriz e cantora francesa. Conhecida mundialmente por suas iniciais, BB, é considerada o grande símbolo sexual dos anos 50 e 60. Tornou-se ativista dos direitos animais, após se retirar do mundo do entretenimento e se afastar da vida pública. Em 1977 atraiu atenção mundial para sua causa ao denunciar in-loco o massacre de bebês-foca no norte doCanadá. Em 1986, criou uma fundação, Fondation Brigitte-Bardot, declarada de utilidade pública pelo governo francês em 1992, e que em1995 nomeou o Dalai Lama como seu membro honorário. Entre 1989 e 1992, BB também apresentou na tv francesa uma série chamada S.O.S. Animaux, co-patrocinada por sua fundação. Entre outras causas, ela atuou e liderou campanhas contra a caça das baleias, as experiências em laboratório com animais, proibição de brigas autorizadas entre cães e contra o uso de casacos de pele. 
 
Céline Cousteau
 
 
A ambientalista francesa Céline Cousteau é neta do famoso historiador marítimo Jacques Cousteau e segue, desde pequena, o legado de preservação do meio ambiente deixado pelo avô. Ela já esteve no Brasil, trabalhando na filmagem de um documentário no Vale do Javari (fronteira do Brasil com o Peru na região amazônica) para registrar a relação que as tribos indígenas do local mantêm com a natureza selvagem e facilitar o acesso médico à região. Céline criou a ONG CauseCentric para despertar a atenção e a curiosidade das pessoas disseminando vídeos curtos na internet que mostrem os desafios ambientais que o mundo precisa enfrentar. 
 
Rigoberta Menchú
 
 
A líder indígena guatemalteca ganhou o Prêmio Nobel da Paz em 1992 por sua campanha em defesa dos direitos humanos, principalmente dos povos indígenas, sempre denunciando a discriminação, racismo e exploração por eles sofridos. As principais bandeiras defendidas por Rigoberta são a paz, a desmilitarização e a justiça social em seu país, assim como o respeito pela natureza e a igualdade de direitos entre homens e mulheres. Em 1993, recebeu reconhecimento mundial e foi nomeada pelas Nações Unidas como Embaixadora de Benevolência durante o Ano Internacional dos Indígenas. Atualmente ela é Promotora da Década Internacional de Indígenas e conselheira pessoal do diretor geral da UNESCO.
 
Angelina Jolie 
 
 
É uma atriz de cinema e de televisão ,modelo , filantropa e socialite. Acumula importantes prêmios do mundo do cinema como um Oscar, dois Screen Actors Guild Awards, e três Prêmios Globos de Ouro. Jolie promove causas humanitárias, e é conhecida por seu trabalho com refugiados como embaixadora da Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR).
 
Christiane Torloni 
 
 
A atriz, juntamente com o ator Victor Fasano, criou o projeto Amazônia para Sempre, que tem como objetivo principal sensibilizar os cidadãos brasileiros sobre a importância da preservação e a real situação da floresta e interromper a devastação do ecossistema. Em 2009, Christiane entregou ao Presidente Lula o manifesto Carta aberta aos brasileiros sobre a devastação da Amazônia, com mais de 1 milhão de assinaturas. 


08 de março de 2012