GreenNation

A sustentabilidade é uma atitude.

Notícias

Dados alarmantes sobre as florestas da América Latina


No ano internacional das florestas dados da ONU indicam que a América Latina ainda está atrasada na proteção de suas florestas.

Dados da FAO (Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação) indicam que desde o ano 2000 a massa florestal nos países sul-americanos foi reduzida de 904 milhões de hectares para 864 milhões.

Segundo Eduardo Rojas, diretor-geral adjunto da FAO para florestas, "A América Latina é a região que mais decepciona, já que a situação social e econômica pode ser comparada à da Ásia, mas em geral (os países) não aproveitaram a oportunidade como os asiáticos quando suas economias passaram a ser emergentes".

Rojas completa lamentado que os países da América Latina não tenham sabido aproveitar o crescimento econômico como os países Asiáticos, "No leste da Ásia foram investidos recursos e desenvolvidas políticas, coisa que não se viu na América Latina".

A FAO afirmou em relatório sobre o estado das florestas divulgado na quarta-feira que a América Latina conseguiu reduzir o desmatamento em apenas 5% na última década, muito abaixo dos 37% registrados pelo mundo em geral.

Atualmente, o planeta conta com uma massa florestal de 4,032 bilhões de hectares, 53 milhões de hectares menos que em 2000.

O ritmo do desaparecimento das árvores, no entanto, caiu de 8,3 milhões de hectares, entre 1990 e 2000, para 5,2 milhões na década passada.

Espera-se com esses dados alertar os países envolvidos para fazer vale a proposta de 2011 ser o Ano Internacional das Florestas. Vamos aguardar resultados sólidos.
 

 

fontes: Folha.com, FAO


07 de fevereiro de 2011