GreenNation

A sustentabilidade é uma atitude.

Notícias

Cúpula dos Povos


Dentro dos eventos decorrentes da Rio+20, um deles se destaca pelo posicionamento e pela quantidade de atividades propostas: a Cúpula dos Povos.



A Cúpula dos Povos na Rio+20 por Justiça Social e Ambiental é um evento organizado pela sociedade civil global que acontecerá entre os dias 15 e 23 de junho no Aterro do Flamengo, no Rio de Janeiro – paralelamente à Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (UNCSD), a Rio+20.

Segundo a organização do evento, a proposta é guiada por três eixos principais: denúncia das causas estruturais das crises, das falsas soluções e das novas formas de reprodução do capital, soluções e novos paradigmas dos povos e estimular organizações e movimentos sociais a articular processos de luta anticapitalista pós-Rio+20.

A iniciativa vem de duzentas organizações ambientalistas e movimentos sociais do mundo inteiro. Movimentos indígenas e de negros, mulheres e jovens também participarão. Com o tema “Venha reiventar o mundo!”, mais de seiscentas atividades estarão a disposição do público interessado.

Atividades Autogestionadas

Insatisfeitos com a agenda de discussões da ONU, a Cúpula dos Povos propõe um espaço para debates conduzidos  pela sociedade civil: as Atividades Autogestionadas.

Para acessar o quadro completo com hora e data de todas as Atividades Autogestionadas clique aqui.

Territórios do Futuro
 
Apesar do nome, os Territórios do Futuro trazem a luz conceitos e métodos que já são praticados no presente, porém, sem a visibilidade necessária.

Duzentas experiências práticas já implantadas em diversos países, como o uso da energia solar, também serão apresentadas ao público. Com a participação de representantes de diversos países, a Cúpula vai apresentar “soluções e novos paradigmas dos povos para os problemas mais graves enfrentados hoje no mundo”.

Para acessar o quadro completo com hora, data e local dos Territórios do Futuro clique aqui.

II Fórum Mundial de Mídia Livre

O campus da UFRJ na Praia Vermelha vai abrigar diversas frentes de discussão sobre mídia, informação e direitos autorais.
Os organizadores do forum destacam o percurso dos debates que serão realizados na próxima semana “Após três edições nacionais, dois encontros preparatórios no Norte da África, uma edição mundial e uma Assembleia de Convergência no Fórum Social Mundial, o Fórum de Mídia Livre volta ao Rio de Janeiro para contribuir com o fortalecimento da agenda em defensa dos bens comuns, agregando comunicação e cultura às pautas em prol da justiça ambiental e social.”

As atividades do Fórum ocorrem em torno de quatro eixos principais: direito à comunicação; políticas públicas; apropriação tecnológica e movimentos sociais.

Confira a programação completa com datas, horários e locais aqui.

Laboratório de Comunicação Compartilhada

Espaço de 60 metros quadrados dedicado a colaboração. Durante a Cúpula dos Povos, os jardins do Aterro do Flamengo abrigarão o Laboratório de Comunicação Compartilhada, um espaço livre onde os interessados poderão utilizar o telecentro ou as ilhas de edição disponíveis para produzir e editar conteúdos sobre a Cúpula – e postá-los na Rede dos Povos.

Porém, o Laboratório de Comunicação Compartilhada vai além desse espaço determinado, e possibilita aos participantes assistir, aprender, discutir e compartilhar experiências e conhecimentos sobre os mais variados assuntos relacionados à comunicação e às mídias livres.

Acompanhe a programação dos laboratórios na Google Agenda.

Veja o mapa do Aterro do Flamengo durante a Cúpula dos Povos.
 

Saiba tudo sobre o evento no site oficial Cúpula dos Povos.


14 de junho de 2012