GreenNation

A sustentabilidade é uma atitude.

Notícias

Criança de 3 anos trata câncer com maconha


Após constatar que a quimioterapia de seu filho de apenas três anos estava o fazendo sofrer, Sierra Riddle, mãe do pequeno Landon, mudou-se para o Colorado (estado que ano passado tornou legal o uso da maconha) em busca de novas alternativas para tratar a doença. O tratamento convencional, segundo o especialistas, causou dor intensa, danos nos nervos e uma completa perda de apetite por 25 dias consecutivos.


Sierra fez pesquisas sobre a maconha medicinal e se mudou para Colorado Springs, onde a leucemia de London foi tratada com formas líquidas tanto de THC quanto do composto não psicoativo da maconha, o CBD (Canabidiol).

Após iniciar o tratamento com a maconha medicinal, Landon não só recuperou o apetite e a energia, como o câncer também entrou em regressão em apenas quatro semanas. O fato além de animar a família, corrobora com muitas pesquisas sérias sobre a eficiência do CBD em deter a metástase em casos de câncer agressivo.

Ao comparar o antigo e o novo tratamento, Landon diz: “Cem vezes melhor. Eu quero dizer, um milhão de vezes melhor!”

Atualmente, Landon pode brincar com os amigos, ir a escola e levar uma vida completamente normal sem o peso do violento tratamento de quimioterapia. Dessa forma, London se junta à Vivian Wilson, Mykayla Comstock, David Sabach, Charlotte Figi  e milhares de outras crianças que se tratam com maconha hoje no mundo inteiro.


13 de janeiro de 2014