GreenNation

A sustentabilidade é uma atitude.

Notícias

Copacabana terá Réveillon sustentável


A virada desse final de ano em Copapacabana terá como tema a sustentabilidade rumo a Rio+20,  conferência mundial das Nações Unidas que acontecerá no Rio de Janeiro em 2012. Considerado um polo multicultural, o bairro atrai todo ano milhares de turistas para participar e conhecer o maior Réveillon do mundo.

Ações ecológicas serão destaques nas etapas de produção, montagem e desmontagem do evento. A festa ainda contará com personalidades consagradas e cenários aliados a novas tecnologias que prometem surpreender o público.

De acordo com o secretário municipal de turismo, Antonio Mello, a sustentabilidade é um dos assuntos mais relevantes no mundo todo e por isso é necessário que as pessoas percebam e façam sua parte por elas mesmas e pelas gerações futuras.

O momento reflexivo será chamado através de um vídeo emocionante e que convidará a todos para instantes de introspecção. Em seguida vai acontecer a contagem regressiva para a virada rumo a 2012 e a grande queima de fogos piromusicados.

A queima de fogos serão neutralizadas, e terão seis fases temáticas: Bem-vinda Rio+20; Energia Solar; Água; Fauna e Flora; Vento e Otimismo. Cada uma destas fases terá cores e formas características, com belezas únicas e de fácil identificação para o público.

A neutralização vai acontecer por meio de mudas nativas da Mata-Atlântica que serão plantadas na Bacia do Rio Guandu, em Miguel Pereira, no Estado do Rio de Janeiro, que abastece os mananciais de águas da capital. O plantio está previsto para fevereiro de 2012.

Todas as lonas utilizadas no evento também serão reaproveitadas e transformadas em estojos, que serão doados para escolas municipais de Copacabana, produzidos por ex-detentos da ONG TemQuemQueira.

Nos bastidores do Réveillon, jovens do Solar Meninos de Luz, das comunidades do Pavão/Pavãozinho e Cantagalo, trabalharão como aprendizes. Eles serão aproveitados em setore de alimentos e bebidas, fogos, palco, produção, marcenaria, entre outros. Outra iniciativa de inclusão social é a produção do material de comunicação do Réveillon, que leva a assinatura de artesãos da Rede Asta, ONG que trabalha capacitando grupos produtivos e fazendo a ponte entre seus produtos e o mercado.

Veja também:

Réveillon de Copacabana recebe alerta sobre fogos poluentes
Entrevista com Flavio Machado, produtor do Réveillon de Copacabana

Saiba mais:
Copacabana Reveillon

 


20 de dezembro de 2011