GreenNation

A sustentabilidade é uma atitude.

Notícias

Compostagem, o início orgânico de uma horta doméstica


Dá-se o nome de compostagem, ao resíduo resultante da decomposição da matéria orgânica, que pode ser promovida por diferentes mecanismos. Bactérias, fungos, minhocas e outros parceirinhos atuam quebrando partículas orgânicas dispostas no solo, favorecendo um ambiente rico em nutrientes para suas plantas.

Sabemos que através do processo chamado fotossíntese, as plantas produzem boa parte do seu alimento, convertendo a luz do sol em nutrientes. É no solo, porém, que elas encontram aquilo que não foi produzido nessa conversão, os minerais, parte importante para uma nutrição eficiente, deixando suas hortaliças dignas de uma foto antes da salada!

Baldes de margarina podem ser reutilizados na confecção de composteiras lindas, que vão te auxiliar na transformação do lixo em substrato orgânico de excelente qualidade, facilitando o plantio tanto por sementes, quanto por mudas, ou até mesmo estaquias. Três elementos daquilo que não será mais lixo são indispensáveis para enriquecer o composto: cascas de banana, cascas de ovos e borra de café. Juntos eles podem fornecer satisfatória quantidade de macro e micro nutrientes às suas plantas.

Se onde você mora não rola de ter uma composteira, poderá secar esses elementos, tanto ao sol quanto em forno baixo (para não queimar), e então fazer uma farinha que será usada da mesma forma que a compostagem. Fica esperto que nos próximos encontros, falaremos mais sobre isso, e você poderá então começar sua horta a partir da transformação de resíduos da sua cozinha. Agora é com você, vai separando os baldes que encontrar, e não esquece das tampas heim! Ou já inicia sua rotina de armazenar cascas para produzir fertilizantes orgânicos em sua casa.

Até a próxima!

Ahoo.


06 de fevereiro de 2017