GreenNation

A sustentabilidade é uma atitude.

Notícias

Cientistas brasileiros viajam até o Peru com veículo movido a óleo de dendê


O óleo de palma, famoso azeite de dendê da culinária baiana, não tem utilidade apenas na comida. O produto natural também serve como biocombustível para veículos!

A prova disso foi a viagem recente de cientistas da Universidade Federal da Bahia (UFBA), que foram até o Peru com duas caminhonetes Ford Ranger  usando o biodiesel criado no laboratório da instituição de ensino. Chamado de Travessia Interoceânica B100, o projeto foi desenvolvido em parceria com a Ford e passou por cinco estados brasileiros (Bahia, Goiás, Mato Grosso, Rondônia e Acre).

Com o novo produto, o grupo de cientistas pretende chamar a atenção para a possibilidade de expansão dos biocombustíveis na matriz energética brasileira, em especial para os benefícios da utilização do biodiesel misturado ao diesel em diferentes proporções em larga escala no setor de transportes.

De acordo com o professor Ednildo Andrade Torres, responsável pelo projeto, tanto o azeite de dendê quanto o óleo de cozinha usados na fabricação do B100 são coletados em hospitais, restaurantes e em algumas residências de Salvador.

Além disso, os pesquisadores alegam que o óleo de dendê é mais viável do que a produção de soja, porque produz mais óleo. Enquanto a soja gera 400 litros de óleo por hectare plantado, o dendê gera 4 mil litros no mesmo espaço.

Fonte:
EcoD


31 de julho de 2012