GreenNation

A sustentabilidade é uma atitude.

Notícias

Brasil pede apoio das Nações Unidas para uso do Passaporte Verde


O governo brasileiro quer o apoio do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma) para incrementar o uso do Passaporte Verde na Copa do Mundo de 2014. A proposta do passaporte é ser um incentivo para que os brasileiros adotem práticas sustentáveis previstas para as cidades-sede.

De acordo com o Ministério do Meio Ambiente (MMA), a intenção da campanha é divulgar as ações sustentáveis, assim como reduzir os impactos que setores, como o turismo, podem causar ao meio ambiente. O ministério alegou que as obras das 12 arenas reaproveitaram materiais de demolição e adotaram mecanismos de eficiência energética, com lâmpadas de menor consumo e que são acionadas automaticamente.

Além disso, muitos projetos de reforma incluíram a instalação de reservatórios para captação da água da chuva, que será reutilizada para irrigação. Já os materiais como madeiras e tintas, que também serão utilizados nas obras, têm certificações ambientais.

Apesar de diversas ações sustentáveis já estarem em andamento, ainda faltam as definições em números das metas ambientais.  Tanto governo, quanto setores da sociedade civil e de empresas, ainda não têm certeza de como será, por exemplo, a mensuração das emissões de CO2 e as compensações, sem contar os investimentos que serão feitos em áreas protegidas próximas às cidades-sede.

Para o porta-voz do Pnuma, Nick Nuttall, diretor da Divisão de Comunicação e Informação Pública do organismo, o Brasil tem desenvolvido um bom trabalho. "Se há alguma crítica, tem que ser dirigida ao Pnuma, que foi moroso para oferecer apoio. Mas, o Brasil começou a trabalhar antes e esperamos poder acelerar este processo” - disse.

Fonte:
Revista Amazônia


11 de outubro de 2012