GreenNation

A sustentabilidade é uma atitude.

Notícias

Biodiversidade


Biodiversidade, ou diversidade biológica, é um conceito usado para representar toda a variedade de espécies da natureza. Plantas, animais, microorganismos, tudo faz parte dessa ideia.

 

 



Para compreendermos melhor o sentido deste termo, precisamos desdobrá-lo em duas idéias principais. Biodiversidade enquanto toda e qualquer forma de vida, qualquer organismo vivo; e biodiversidade enquanto a relação entre esses organismos, onde cada um tem sua importância para o funcionamento do todo, o que podemos chamar também de ecossistema.

Segundo a WWF Brasil, ainda não se sabe com precisão quantas espécies de plantas e animais existem no mundo. Estimasse que esse número esteja entre 10 e 50 milhões, mas até agora os cientistas classificaram e deram nome a somente 1,5 milhão de espécies.

Porém, apesar da grande quantidade de espécies existentes no mundo, a biodiversidade está ameaçada. A poluição, o uso excessivo dos recursos naturais, a expansão da fronteira agrícola em detrimento dos habitats naturais, a expansão urbana e industrial, tudo isso está levando muitas espécies vegetais e animais à extinção.

Ainda segundo a WWF Brasil, A exploração excessiva de algumas espécies também pode causar a sua completa extinção. Por causa do uso medicinal de chifres de rinocerontes em Sumatra e em Java, por exemplo, o animal foi caçado até o limiar da extinção.

Algumas medidas para amenizar os prejuízos à biodiversidade já começam a ser tomados. É o caso da Convenção da Biodiversidade.

A Convenção da Biodiversidade foi o acordo aprovado durante a RIO-92, por 156 países e uma organização de integração econômica regional. Foi ratificada pelo Congresso Nacional Brasileiro e entrou em vigor no final de dezembro de 1993. Os objetivos da convenção são a conservação da biodiversidade, o uso sustentável de seus componentes e a divisão equitativa e justa dos benefícios gerados com a utilização de recursos genéticos. Neste documento destaca-se o "Protocolo de Biosegurança", que permite que países deixem de importar produtos que contenham organismos geneticamente modificados. Dos 175 países signatários da Agenda 21, 168 confirmaram sua posição de respeitar a Convenção sobre Biodiversidade.

 




A mudança que precisa ser realizada é cultural, por isso alguns programas trabalham articulando educação e biodiversidade. Como é o caso do Programa Difusão da Biodiversidade.

O programa tem por objetivo popularizar a ciência e estimular o interesse científico, tendo como tema a conservação da biodiversidade da Mata Atlântica, desenvolvendo e aplicando metodologias inovadoras, por intermédio do Museu de Biologia Prof. Mello Leitão (MBML).

Na primeira fase do Programa foi criado o portal, uma exposição e um vídeo denominados “O Muriqui” e montada uma “sala de difusão científica”. Também foi realizada a capacitação de monitores, as turmas de estudantes são recebidas no Museu Mello Leitão, onde eles conhecem os produtos de divulgação e educação do projeto (vídeos, livro, sítio eletrônico) e desenvolvem atividades interativas.


Para além de todos os problemas que o esvaziamento da biodiversidade pode causar, é também uma questão estética. Vamos preservar a beleza do nosso planeta.

Se você tem outras informações que deseja compartilhar, não perca tempo e colabore com o Green Nation, salvar o planeta é um trabalho que deve ser feito em conjunto.

fontes: Wiki; Programa Difusão da Biodiversidade; WWF Brasil
 


06 de dezembro de 2010