GreenNation

A sustentabilidade é uma atitude.

Notícias

Bicho do Dia: Turaco-de-ventre-branco


Corythaixoides leucogaster – O turaco-de-ventre-branco mede até 75 centímetros de comprimento (com a cauda, que mede até 25 centímetros) e pesa até 350 gramas. A plumagem é predominantemente cinza, com exceção da região ventral, que é branca, assim como o interior das asas. A cauda é longa e listrada de branco e cinza escuro. Possui um grande topete no topo da cabeça, que se eriça quando o animal está nervoso ou atento. O bico do macho é negro, enquanto que o da fêmea é verde claro.
 
 
Assim como seu primo, o turaco-cinzento, a vocalização desta ave também se assemelha a frase em inglês “go away” (vai embora, em português). Também produz um som semelhante ao balido de ovelhas.
 
O turaco-de-ventre-branco não é uma ave que voa muito bem, mas, em compensação, movimenta-se com agilidade entre os galhos das árvores, semelhante aos movimentos de um esquilo. No solo, move-se através de pequenos saltos.
 
Tem hábitos diurnos e vive em casais ou em pequenos grupos familiares. Alimenta-se de uma grande variedade de frutas, incluindo algumas venenosas. Pode também comer algumas sementes, brotos e invertebrados.
 
Vive nas savanas e áreas arborizadas das regiões central e sul do continente africano. É encontrado em países como África do Sul, Sudão, Etiópia, Somália, Uganda, Tanzânia e Quênia.
 
Nidifica nas copas das árvores e muitas vezes em colônias, contando assim com o auxílio de outros indivíduos do grupo. A fêmea bota de dois a três ovos. Durante o período de incubação, que é de 24 dias, o macho regurgita alimento para a fêmea.
 
Não é uma espécie ameaçada de extinção, mas sofre com a perseguição de fazendeiros, que a consideram uma praga, já que pode se alimentar das plantações.
 
Conheça o site Notícia Animal.


20 de fevereiro de 2014