GreenNation

A sustentabilidade é uma atitude.

Notícias

Bicho do Dia: Sagui-de-tufos-brancos


Callithrix jacchus – Espécie endêmica do Brasil, vive na Mata Atlântica, na caatinga e em matas ciliares da região nordeste. É possível observá-lo também em áreas urbanas. 

 

 
Pode medir até 25 centímetros de comprimento, mais 28 centímetros de cauda e pesar até 450 gramas. A pelagem é cinza claro no corpo, com manchas escuras. Como o nome diz, apresenta tufos de pêlos brancos nas laterais da cabeça, além de uma mancha branca na testa. A cauda é longa, maior do que o comprimento do corpo, e anelada. Não há dimorfismo sexual.
 
Onívoro, alimenta-se de frutas, flores, folhas, seiva, ovos, insetos e filhotes de aves. Possui dentição adaptada para penetrar a casca das árvores e obter a seiva.
 
Vive em bandos de até 15 indivíduos, liderados por uma fêmea alfa. Passa a maior parte da vida nos galhos das árvores, mas também desce ao solo em busca de comida. Tem hábitos diurnos. Desloca-se com agilidade entre os galhos, seja saltando ou escalando. Quando ameaçado, vocaliza alertando seus companheiros e foge em velocidade.
 
O período de gestação é de, em média, 150 dias. Geralmente nascem dois filhotes que são cuidados por todo o bando e carregados pelo pai em suas costas.
 
Não é uma espécie ameaçada de extinção, mas sofre com o desmatamento e, principalmente, com o tráfico. Contrabandistas retiram os filhotes muitas vezes matando as mães. Costumam também cegar os animais, para que eles fiquem menos agitados e possam ser vendidos como animais de estimação calmos e inofensivos. Muitas pessoas que compram o sagui costumam soltá-los, quando adultos, na natureza, mas de maneira irregular. Com isso, a espécie foi introduzida em outros estados, causando sérios desequilíbrios ambientais. Há casos de populações nativas que diminuíram devido à concorrência por alimento com o sagui-de-tufos-brancos, como o mico-leão-dourado, por exemplo. Além disso, esses animais têm se reproduzido com outras espécies, como o sagui-de-tufos-pretos, gerando filhotes híbridos.
 
Conheça o site Notícia Animal.


16 de abril de 2014