GreenNation

A sustentabilidade é uma atitude.

Notícias

Bicho do Dia: Hipopótamo-pigmeu


Choeropsis liberiensis - Mede até 1,70 metro de comprimento, 80 centímetros de altura e pode pesar até 275 quilos (um quinto do peso do hipopótamo comum). A pele é escura, variando do cinza ao preto. Quase não possui pêlos, com exceção de alguns fios na face e na cauda. O formato atarracado de seu corpo e sua cabeça pequena o permite se locomover com agilidade nas florestas mais densas. Assim como o hipopótamo, possui glândulas distribuídas por todo o corpo que secretam um líquido viscoso de cor avermelhada, que serve como uma espécie de protetor solar natural. Os machos são um pouco maiores do que as fêmeas.

 


Vive nas densas florestas tropicais e matas ciliares da África Ocidental. Tem hábitos noturnos e é um animal solitário. Passa o dia escondido nos pântanos ou em tocas construídas por outros animais nas margens de rios. Ao contrário do primo comum, o hipopótamo-pigmeu passa mais tempo em terra do que na água. Durante a noite, caminha pela floresta em busca de comida. Alimenta-se de uma grande variedade de vegetais, como folhas, frutas e brotos.

O casal se reúne apenas na época de reprodução. O período de gestação é de aproximadamente 200 dias, nascendo apenas um filhote. O parto ocorre na água ou em um esconderijo.

É uma espécie em perigo de extinção devido à caça para o consumo de sua carne e ao desmatamento. Por ser um animal tímido, os estudos sobre as populações nativas são muito poucos. Além disso, mesmo antes da ação humana, acredita-se que esta espécie nunca foi muito numerosa.

Conheça o site Notícia Animal.


29 de agosto de 2013