GreenNation

A sustentabilidade é uma atitude.

Notícias

Bicho do Dia: Esperança


Tettigonia viridissima – A camuflagem da esperança é a maior arma deste inseto noturno. Sua forma semelhante às folhas permite que predadores passem por ela sem a notarem. Seu corpo é tão parecido com uma folha que chega até a apresentar recortes, como se fosse um vegetal atacado por fungos. Quando esta distração não é suficiente, a esperança abre suas asas para parecer maior e afugentar a ameaça.
 


Produz um som característico, que, ao contrário dos grilos, não é musical e sim estridente. Esse som pode ser ouvido durante a noite. A fêmea é maior e mede até 4,20 centímetros, enquanto o macho não ultrapassa os 3,60 centímetros de comprimento. O corpo é todo verde, possui três pares de pernas e longas antenas (que podem medir até três vezes o tamanho de seu corpo). Apresenta asas inferiores que a permitem voar por longas distâncias, além de um par de asas anteriores. Além de voar, pode também saltar com excelência. As fêmeas apresentam um órgão ovopositor longo em forma de espada levemente curvado para baixo.
 
Pode ser encontrada em matas e também áreas rurais e urbanas. Habita todo o território brasileiro e quase todo o mundo (com exceção de locais com baixas temperaturas).
 
A esperança se alimenta de outros insetos e suas larvas, além de algumas plantas. Não oferece ameaça às plantações.
 
Sua vida adulta dura apenas um verão, falecendo no inverno. Antes de morrer, a fêmea põe ovos no solo ou em folhas e destes nascem ninfas. Para conquistá-la, o macho produz muitos sons e alto volume. Após a cópula, ela pode botar até 100 ovos.
 
Não está ameaçada de extinção, mas sofre com a destruição de seu habitat e com o uso de agrotóxicos.
 
Identificação: Juliana José

 

Conheça o site Notícia Animal.


06 de maio de 2013