GreenNation

A sustentabilidade é uma atitude.

Notícias

Arenas brasileiras da Copa do Mundo terão certificação ambiental


Com a influência de grandes movimentos ambientais a sociedade está ficando cada vez mais exigente. Por conta dessas mudanlas, pela primeira vez uma Copa do Mundo acontecerá em estádios com cetificação de construções que levam em conta a preservação ambiental. Das 12 arenas que sediarão os jogos mundiais em 2014, dez já receberam o selo LEED (Liderança em Energia e Design Ambiental).

O projeto Copa Verde foi um dos temas discutidos pelo Green Building Council do Brasil durante a Conferência Rio+20. "Mesmo que metade dos estádios da Copa consiga o certificado, já seria uma grande conquista" -  disse Ian Mckee, fundador da Copa Verde.

Felipe Faria, do Green Building Council do Brasil, mostrou alguns exemplos de práticas sustentáveis nas obras. No estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, haverá captação de água da chuva, que será destinada a um reservatório com capacidade de 6 milhões de litros.

Já o Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha, o único a buscar a mais alta das quatro certificações do LEED, com 9.600 painéis solares, se tornará a maior estrutura de captação de energia solar do país, com capacidade instalada de gerar 2,5 megawatts de energia.

De acordo com o vice-presidente do Green Building Council dos Estados Unidos, Jason Hartke, a construção civil tem a oportunidade de economizar U$ 1,2 trilhão até 2020 com os edifícios verdes. "Os olhos do mundo estão agora no Brasil e estarão na Copa do Mundo e nas Olimpíadas. Os projetos dos estádios precisam ser feitos de forma correta e sustentável" - disse.


21 de junho de 2012