GreenNation

A sustentabilidade é uma atitude.

Notícias

Angra 3 terá armazenamento de lixo atômico


 

O lixo atômico é altamente tóxico tanto para o meio ambiente quanto para o ser humano. Um acidente com este tipo de dejeto pode ser fatal em larga escala global. Por conta disso, a Eletronuclear, subsidiária da Eletrobras que administra a Central Nuclear Almirante Álvaro Alberto, em Angra dos Reis, vai concluir a construção da primeira célula-demonstração para armazenamento do lixo atômico das usinas nucleares dentro de três anos. 
 
Othon Luiz Pinheiro da Silva, presidente da Eletronuclear, alega que a tecnologia adotada faz o encapsulamento de cada célula do combustível e, depois, o encapsulamento do conjunto de elementos combustíveis atômicos. O armazenamento não será obrigatório a nenhum município, mas aquele que aderir ao projeto será remunerado. "O município ganhará royalties por isso. Se nós tivermos a competência para demonstrar que o sistema é seguro, vai ter muito município com densidade populacional baixa, sem utilização para terrenos públicos, que vai ganhar com isso, sem nenhuma consequência para a população" - relatou o presidente.
 
 
Ainda em construção, Angra 3 deverá entrar em funcionamento em 2016 e vai gerar 1.405 megawatts (MW) de energia. Além disso, mesmo descartando problemas parecidos com o acidente de Fukushima, a Eletronuclear decidiu construir o prédio do reator à prova de terremoto. 
 
Fonte:


05 de abril de 2012