GreenNation

A sustentabilidade é uma atitude.

Notícias

Africano cria impressora 3D a partir de lixo eletrônico


A invenção da impressora 3D trouxe ao mundo uma grande aliada para desafios futuros que enfrentaremos; aproveitando tal descoberta, um africano chamado Kodj Afate Gnikou foi atrás da sua própria impressora em 3D. O que acontece é que esse tipo de equipamento ainda é muito caro, e por isso o gênio africano resolveu montar a sua própria máquina com lixo eletrônico e mais U$100!

A invenção é grande motivo de comemoração pois poderá ajudar o criador a melhorar sua qualidade de vida e principalmente, mudar a qualidade de vida de todo o seu país. Não só atendendo um desejo que o mesmo queria, ter sua própria impressora 3D, Kodjo deu início a um grande processo de reciclagem na região o que pode melhorar a saúde da população de seu país.

Porém, o criador da máquina não é uma simples pessoa com um sonho de criar uma impressora de forma inovadora; Kodjo trabalha no grupo WoeLab que acreditam na possibilidade de se viajar para Marte apenas com aparelhos feitos a partir de lixo eletrônico. E para que essa viagem dê certo, a criação da impressora era um do passos cruciais, principalmente pelo barateamento das peças a serem adquiridas.

O mais interessante é que o projeto do visionário só foi possível de ser realizado graças ao apoio de pessoas ao redor do mundo que viram sua proposta de empreendimento e apostaram no seu sucesso; esses investimentos foram feitos a partir de “crowdfunding”, e que se continuar a subir o número de investidores será possível colocar a nova máquina à disposição de populações carentes, tornando a África um personagem ativo nessa revolução industrial.


Fonte:


26 de maio de 2014