GreenNation

A sustentabilidade é uma atitude.

Notícias

Acacio Alves e o retrato falado da fome


Tanto alimento e o mundo com fome. É assim que o desenhista e animador Acacio Alves Pinto Junior descreve sua obra. Conheça um pouco da trajetória criativa do cartun, vencedor da competição de obras do Green Nation Fest.

Como foi o processo criativo da obra vencedora? Me fale um pouco sobre.

Bom, gosto muto de ler e sempre desenhei minha vida toda, sou chargista e cartunista autodidata. Minhas charges e cartuns quase sempre são voltadas para o momento político em que vivemos. A ideia do cartum vencedor, vem da minha constatação enquanto artista de que a Terra está doente, no sentido de que temos muitos recursos naturais, safras e safras de grãos batendo recordes, mas não conseguimos acabar com a fome no planeta. Daí  minha idéia foi fazer, não um cartum engraçado, mas um cartum que chocasse quem visse e assim fizesse o espectador refletir.

Um dos propósitos do Green Nation Fest é estimular a produção de obras voltadas para o tema sustentabilidade. Para você,  de que forma a sua criação pode mobilizar a sociedade a pensar mais sobre o desenvolvimento sustentável?

Como respondi acima, não fiz um cartum pra ser engraçado, essa obra é dedicada a reflexão sobre a forma como desperdiçamos, não só alimentos mas também tudo que pode ser reaproveitado para benefício do nosso planeta. Como a cabeça da criança é a Terra, fiz justamente pra mostrar que essa fome acontece no mundo todo é um problema global, e é um desenho que não tem diálogo portanto compreendido em qualquer língua e por qualquer classe social.

Depois que postei o desenho na Internet, recebi muitos elogios e vários professores me pediram para usar em sala de aula. Claro que concordei! Se educarmos as crianças hoje com um espírito de solidariedade e com um sentimento de sustentabilidade provavelmente teremos adultos melhores amanhã. Educar uma criança nesse sentido é mais fácil que fazer um adulto mudar de opinião já formada.  

Para você, quais atributos de sua obra contribuiram para a escolha do juri oficial?


Acho que além do traço a nanquim, que deu uma seriedade e beleza à obra, tem a mensagem que ela passa, ponto principal do concurso, que é uma criança que, teoricamente, é nosso futuro, sentada num estado de inanição causado pela fome que dá pra ver nos traços de seu abdomen projetado e suas costelas aparentes.

 

Quanto a responsabilidade socioambiental, você já participou ou participa de algum projeto voltado para as causas ambientais? se sim, me fale um pouco sobre eles.

Desde 2005, quando cursei a Faculdade de Tecnologia em Cinema, passei a produzir meus desenhos em animação, passei também a utilizar a técnica stop motion que geralemente as pessoas pensam que é a animação de massinha. Porém com stop motion podemos animar qualquer coisa inanimada. Então comecei a usar sucatas em minas animações. "Reciclando ideias", foi a primeira que fiz neste sentido e que já viajou o Brasil todo em diversos festivais, tendo recebido alguns prêmios. Com isso, elaborei a oficina de animação Sucata Animada, onde ensino as técnicas da animação e os alunos constroem personagens, cenários e objetos de cena, a partir de sucatas de pequeno porte. Neste link do Youtube, você pode assistir uma das animações feita por meus alunos na oficina do Festival Fricine Ambiental, de Nova Friburgo.

 


07 de agosto de 2012